amigos virtuais, assassinos reais

Uma mulher com fixação por gravidez marca um encontro com uma gestante e rouba seu filho, fazendo um parto à força. Um homem de meia-idade utiliza fotos da juventude para marcar um encontro com uma garota mais nova (e estuprá-la depois). Um jovem com desejos suicidas encontra pela internet alguém interessado em assassiná-lo. Uma pessoa procura por “relações casuais” em salas de bate-papo, mas na verdade deseja comer carne humana.

Estas são somente algumas das histórias reais que são narradas por JJ Slatee RJ Parker em Social Killers.com – Amigos virtuais, assassinos reais. O livro reúne 33 casos onde a internet funcionou como facilitadora para que crimes fossem cometidos, aproximando o criminoso da vítima.

As ocorrências vão de canibalismo a estupro, passando por assassinato, tortura, mutilação, falsidade ideológica, crimes sexuais, sequestro, stalk… A lista não é pequena. São histórias chocantes, narradas com certos detalhes, sem deixar de lado cenas pesadas. Por isso, o aviso na quarta capa é claro:indicado para maiores de 18 anos. Ao final, depois da leitura, os efeitos colaterais podem ser diversos, como perda da esperança na raça humana ou estômago embrulhado.


 

 

social4.jpg

A pesquisa feita pela dupla (que já trabalhou também em outro livro, sobre esposas desaparecidas) foi grande e bem diversa, abrangendo diversos tipos de casos e crimes. Alguns mais óbvios e outros nem tanto, surpreendendo o leitor com tamanha crueldade. A narração, porém, pode incomodar quem não gosta de um programa Discovery: o vocabulário se assemelha muito mais ao jornalismo do que à literatura. Aparentemente feitas para serem lidas e entendidas separadamente, ler todas as histórias em sequência pode te saturar em relação a algumas repetições (por exemplo, as introduções quase sempre iguais e as diversas explicações sobre o que é a rede social Craiglist).

Uma informação interessante sobre este livro é que diferente do irmão de editora Serial Killers – Anatomia do Mal, este livro, publicado pela Darkside Books pela coleção Crime Scene, não é recheado de fotografias, tabelas e informações visuais. Tudo isso foi exportado para o site da editora e transformado em QR Codes, que foram impressos no livro. Ao início de cada capítulo, o leitor pode se conectar com a página e expandir o conteúdo do papel. Uma sacada muito interessante da parte deles!


 


 

Ao fim de Social Killers, os autores também reuniram algumas outras informações interessantes para quem gosta de saber mais sobre o tema. Um capítulo especial é dedicado a explicar como se proteger na internet, trazendo dicas de segurança para seu perfil. Outro vai explicar como a internet é utilizada como ferramenta para o bem e a segurança, colaborando na investigação de crimes e na caçada por criminosos. Aqui, a gente percebe e pode refletir sobre como a maldade e o perigo não está no meio, mas no modo como ele é utilizado.

Várias pessoas tendem a dizer que todos são mais intolerantes nas redes sociais, por exemplo. Contudo, um perfil no Facebook é somente uma extensão de uma vida real, que já era intolerante em si, mas agora amplifica isso mais claramente para uma lista de centenas de amigos desconhecidos.

Quem se interessa por histórias violentas e casos reais de psicopatia, psicose e outras doenças e síndromes (ou quando não há nenhuma doença ou síndrome comprovadas também) vai se gostar da experiência de leitura queSocial Killers oferece e ficar ainda mais curioso sobre o que o ser humano é capaz. Mas se você impressiona fácil, melhor escolher a ficção.


capa-social-killers-web-frentesocial killers – rj parker & jj slate – 272 páginas – darkside books

em 140 caracteres…
a prova de que a realidade pode ser mais assustadora que a ficção!
uma livro para… não comer enquanto se lê!
para quem já leu… a série CSI: CYBER pode ser uma dica interessante, mostrando mais sobre as investigações.

A editora Darkside Books é parceira do blog e enviou um exemplar deste livro como cortesia. Conheça seu catálogo aqui e os acompanhe no Facebook e no Twitter.

Andre tem  somente uma dúzia de amigos no facebook.

*fotografia do topo via picssr.

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s