o que há por trás da pele

Corvos esvoaçam em torno de uma ovelha morta, aberta, desmembrada, com as vísceras para fora. Sua dona logo desconfia que as mutilações terríveis são culpa de alguns adolescentes que sempre estão cercando sua propriedade. Mas ela não consegue provar muita coisa. Assim, a narrativa segue e a gente começa a perceber que os verdadeiros segredos e mistérios de Onde Cantam os Pássaros não estão nessa trama que apenas aparenta ser o principal.

É no passado de Jake Whyte, uma fazendeira com medo de tecer relações com outras pessoas, que um drama mais profundo e aterrorizante se esconde. Uma protagonista bem construída e com características condizentes com sua realidade: muitos pensamentos, poucas palavras e nenhum amigo.


 

“A casa está tentando parecer normal,
mas sei que há algo às minhas costas que não consigo ver.”


 

O livro de Evie Wyld é mais um desses que não permite grandes sinopses. Um detalhe a mais do que há nesta pequena ilha na Inglaterra já pode estragar a história para alguém averso a spoilers. E autora também não parece muito preocupada em dar grandes informações. Várias lacunas são deixadas propositalmente, principalmente no desfecho que alguns podem considerar abrupto, raso ou mal escrito. Para mim, foi um desfecho interessante, que me provocou e me incentivou a criar minhas próprias respostas. E, bem, não há nada de errado em retornar algumas páginas, reler e se sentir um pouco sonso.

Densa e complexa, a trama de Onde Cantam os Pássaros nos envolve ao mesmo tempo em que nos tira do lugar. Algumas cenas soam como sussurros, outras gritam informações claras e ainda temos alguns momentos de silêncio que não sugerem coisa alguma. A atitude de preencher estes espaços é o que nos faz leitores.

21253786991_446f8d80c4_o
foto por pausa para um café.

As descrições da violência, do pessimismo ou dos pensamentos melancólicos e solitários que permeiam o texto são muito cruas e afastam o leitor da zona de conforto, despertando para um clima frio na história. Simultaneamente, atiçam a curiosidade e nos prende numa teia intrincada de acontecimentos no presente e no passado.

O tempo aqui funciona como um caleidoscópio, brincando com os sentidos e os verbos. Os capítulos ímpares caminham do presente para um futuro próximo, enquanto os capítulos pares vão de um passado antigo para um passado ainda mais antigo. Com ordens contrárias, movimentos distintos, como se fossem provocar um choque ou um trauma a qualquer momento.


 


 

“Eu sinto esperança aqui.
Mesmo nos momentos em que fico de olho no céu, procurando por aviões, penso que não tenho do que reclamar, porque
já foi pior, muito pior,
e nós dois rimos naquela noite, e bebemos cerveja, e Kelly ficou lá fora, sentada na terra e abocanhando suas moscas.
Tenho um último Holiday no maço escondido dentro do bolso do meu jeans, junto a uma caixinha de fósforos. Deixei-o escondido e penso nele constantemente, esperando pelo momento em que ele seja mais necessário.
Isso faz com que eu me sinta melhor, saber que ele está lá.”


 

Perturbadora, a leitura de Onde Cantam os Pássaros afronta o leitor – e isso é incrível. Uma experiência única e que, recomendo, deve ser experimentada por todos já que não dá para explicar e nem se deixar levar por uma resenha que tenta explicar como essa.


 

onde_cantam_os_passaros_1434922181440209sk1434922181bonde cantam os pássaros – evie wyld – 256 páginas – darkside books
em 140 caracteres… não é uma história perturbadora, mas uma experiência perturbadora.
um livro para… pensar, mastigar e digerir algumas pessoas!
combina com… aquele sentimento de que a releitura será totalmente diferente!

A Darkside Books é parceira do blog e enviou um exemplar deste livro como cortesia. Conheça todo o catálogo da editora aqui e os acompanhe no Facebook e no Twitter.

Andre tem cicatrizes na mão.

 

 

*ilustração do topo por hadley hooper, para a bostonglobe.

Advertisements

2 pensamentos sobre “o que há por trás da pele

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s