american crime story: o povo contra o.j. simpson

Nicole Brown e seu amigo Ron Goldman foram encontrados mortos em junho de 1994, na entrada da casa da. Mortos a facadas, um assassinato cruel, a polícia recolhe e analisa o maior número de evidências que consegue na cena do crime e se surpreende quando todas elas parecem incriminar o astro americano O.J. Simpson, ex-marido de Nicola e ex-jogador de futebol americano (que também atuou no cinema e participou de diversos programas de televisão e campanhas publicitárias).

Apesar da quantidade considerável de provas de sua culpa, O.J. foi inocentado no júri, depois de um processo longo e exaustivo de investigação e depoimentos. Como isto aconteceu? É o que este livro do jornalista Jeffrey Toobin tenta esclarecer.


acs 2

O POVO CONTRA O.J. SIMPSON

Não havia como inocentar O.J. diante de todas as circunstâncias apresentadas pela promotoria. Não havia como explicar a presença do sangue dele na cena do crime e no seu carro; o fato de uma luva bem incomum estar na casa de Nicole Brown e seu par correspondente na casa de O.J.; os fios de cabelo encontrados entre as vítimas terem o mesmo DNA do astro… O.J. Simpson também não tinha nenhum álibi e seus depoimentos eram vagos e inconsistentes. A defesa, para cumprir seu papel, tenta apenas levantar uma conspiração, uma outra hipótese: e se todas essas evidências tiverem sido plantadas por um policial corrupto e racista?

O crime aconteceu numa época onde os conflitos raciais estavam em voga, por causa do caso Rodney King, que havia acontecido recentemente. Foram seis dias de confronto entre a polícia e a periferia de Los Angeles, depois de policiais terem espancado um taxista negro e serem absolvidos do crime pela justiça. No tribunal, os advogados de defesa de O.J. Simpson, então, começam a tratar o caso de maneira semelhante, trazendo uma discussão sobre racismo para a frente do júri, o que inflamou ainda mais a população negra da cidade. O.J., assim como King, passa a ser considerado uma nova vítima do sistema e um novo símbolo para a luta contra o racismo.

No livro O Povo Contra O.J. Simpson, Jeffrey Toobin, que acompanhou o caso de perto numa cobertura para a revista The New Yorker, mostra cada passo das investigações, da escolha dos jurados, da formação dos times de defesa e promotoria, do recolhimento de depoimentos e do processo de júri como um todo. É bastante esclarecedor e completo, fundamental para quem se interessa pelo caso ou pela justiça americana. Tudo acontece de forma angustiante e causa certo sufoco no leitor tamanha riqueza de detalhes.

Além disso, o jornalista deixa claro como foi a sua atuação numa mídia, acompanhando e cobrindo o caso. Ele narra como foi conseguir cada entrevista, dar furos de notícias, antecipar a estratégia que seria adotada pela defesa, como era a repercussão de cada matéria que publicava e como o caso acabou se transformando num espetáculo midiático (com direito a transmissão ao vivo da fuga de O.J. e a perseguição policial que aconteceu para conseguir prendê-lo). Vale dizer que ele ignora qualquer tipo de imparcialidade e apresenta o seu ponto de vista da história – de certa maneira, Toobin discorda do júri e trata O.J. Simpson como culpado.


acs 4

AMERICAN CRIME STORY

No início do ano, o showrunner Ryan Murphy colocou no ar a série antológica American Crime Story. Exibida pela FX no Brasil, a ideia aqui é tratar de casos reais que envolvam crimes. A primeira temporada foi adaptada deste livro, publicado recentemente pela Darkside Books. A série teve uma fotografia e uma ambientação incrível e foi estrelada por Cuba Gooding Jr, Sarah Paulson e John Travolta.

Em 10 episódios muito bem produzidos, a gente consegue ter um panorama geral do que aconteceu e como aconteceu no caso, com foco nas cenas dentro do tribunal, mas também apresentando um pouco das conspirações que aconteciam do lado de fora. Mas vale esclarecer: a profundidade oferecida pelo livro é maior.

O trabalho de pesquisa e escrita de Toobin é exemplar, pois ele consegue trazer informações sobre o pano de fundo daquela sociedade, naqueles anos, contar o passado de todos os envolvidos e como eles chegaram até ali e explicações sobre cada pista encontrada pelos policiais com um livro denso que não soa lento ou arrastado – como devem ser os trabalhos de investigação.


acsamerican crime story: o povo contra o.j. simpson – jeffrey toobin – 460 páginas – darkside books
em 140 caracteres… uma obra que trata o caso O.J. Simpson com seriedade, profundidade e competência.
um livro para… quem se interessa por Direito, Jornalismo ou histórias que giram em torno de investigações e crimes reais.
combina com… personagens escandalosos, tensão causada pelo trabalho e um pouco de indignação.

A Darkside Books é parceira do blog e enviou um exemplar deste livro como cortesia. Conheça mais do catálogo da editora clicando aqui e a acompanhe no Facebook e no Twitter.

Andre ainda está indignado.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s