4+1 | donnie darko

Donnie Darko gira em torno de um personagem esquizofrênico que tem visões de um coelho assustador e que recebe um aviso de que o fim do mundo está próximo. O plot pode parecer esquisito ou bizarro ou confuso por essa sinopse bem resumida – e realmente é. Tanto que ainda hoje, quase 15 anos depois do lançamento, diversas pessoas continuam assistindo e reassistindo o filme tentando entender e explicar a história.
Agora, a Darkside Books lança uma versão em texto de Donnie Darko e eu tento te convencer (ou não?) a dar uma chance.

dd 3


4 MOTIVOS PARA AMAR…

1) O ROTEIRO ORIGINAL

A maior parte do livro (128 das 254 páginas) é composta pelo roteiro integral da história, escrito por Richard Kelly – aquele que foi utilizado pelo elenco e pela equipe. Lendo a versão em texto (sem observar os detalhes da fotografia, do figurino, dos cenários, dos efeitos…), talvez seja possível perceber melhor aquilo que realmente importa para entender Donnie Darko e que estava lá desde o início com o diretor. Fora que isso dá margem para você imaginar tudo de maneira diferente, se quiser. Os diálogos ganham uma força diferente, sério.


“Se o céu se abrisse de repente… então não haveria lei… não haveria regras… Haveria apenas você e as suas lembranças… as escolhas que você fez e as pessoas que você tocou… A vida que foi esculpida do seu subconsciente é a única evidência pela qual você será julgado… pela qual você deve julgar a si mesmo. Porque, quando este mundo acabar, haverá apenas você e ele… e mais ninguém.”

DRA. THURMAN

2) PERGUNTAS CÓSMICAS

O livro de Donnie Darko também compreende uma entrevista de Kevin Conroy Scott com Richard Kelly. Nestas páginas, a gente descobre como era a família do diretor e como ele foi criado, onde estudou e como foi sua infância em Virginia, quando descobriu o cinema como uma paixão, quais suas inspirações no meio e o que ele produziu quando ainda era universitário… Dentre tudo, o mais interessante para mim foi saber sobre o processo criativo dele e como surgiu o roteiro de Donnie Darko (foi a primeira coisa que ele escreveu depois da faculdade, sem ligar para o que os outros iriam pensar quando estivesse pronto: inspirador!). Conhecemos o diretor como pessoa e como cineasta.

Além disso, é possível entender na entrevista como foi a construção de alguns personagens, escolhas de atores e todo o processo burocrático para conseguir uma produtora e um orçamento justo para produzir o filme. Quem se interessa pelos bastidores do cinema vai gostar de saber como foi tirar Donnie Darko do papel.


“Eu só continuei escrevendo. Nunca parei para mudar nada, saiu desse jeito. (…)
O filme nunca teria sido o que é se eu tivesse parado e duvidado de mim porque eu provavelmente ficaria com medo.”

RICHARD KELLY

dd 2
3) AS INÚMERAS REFERÊNCIAS A OUTRAS OBRAS

Richard Kelly consome muitos produtos culturais e isso fica claro durante toda a leitura. Na entrevista, ele cita Carrie, Pulp Fiction, Os Bons Companheiros, Tubarão, Um Sonho de Liberdade e vários outros filmes como inspirações e referências. Também deixa claro seu desejo de produzir uma série para a HBO adaptada do livro It: Uma Obra-Prima do Medo, de Stephen King (eu adoraria assistir!).

Inclusive (talvez você não tenha prestado atenção no filme, mas isso aparece no roteiro), Rose Darko aparece lendo uma edição em brochura de It. Outras referências a livros também são deixados no filme: Donnie lê um livro de contos de Graham Greene e Eddie uma capa dura de Os Estranhos. Além disso, as músicas que seriam usadas no filme também foram escolhidas pelo diretor.
Vale ir grifando, sublinhando, anotando tudo num caderninho para conferir com calma depois.


“Medo e amor são as emoções humanas mais profundas.”

PROFA. FARMER

4) A FILOSOFIA DA VIAGEM NO TEMPO

Esta edição de Donnie Darko também te ajuda a entender a dinâmica de viagens no tempo que Richard Kelly criou (e assina como Roberta Sparrow, no filme). Tudo sobre o Receptor Vivente, os Viventes Manipulados, os Mortos Manipulados e os Artefatos que proporcionam o primeiro sinal de que um Universo Tangente ocorreu é reproduzido nas últimas páginas, com direito a notas breves e onde cada personagem parece se encaixar no filme.


“Quando estava escrevendo o roteiro, morria de medo que eu esclarecesse o final mais do que fiz, que o filme tombasse por sua própria pretensão. Estava apavorado que a coisa toda se tornasse um empreendimento totalmente pretensioso.
Quem sabe se eu consegui evitar isso, mas quando se está explorando “Grandes Ideias”, você corre o risco de que a coisa toda exploda bem na sua cara.
Por respeito à plateia, e sem querer alienar parte dela, optei em responder apenas parte das questões levantadas pelo filme.”

RICHARD KELLY

slmqmrcgbncpd6hn4jhb

…E UM PARA NEM TANTO???? ou PARA AMAR AINDA MAIS?

Donnie Darko talvez seja uma das obras cinematográficas que mais gerem discussões por aí. O filme é cercado por inúmeras teorias de fãs e nenhuma delas será confirmada com nenhum dos textos apresentados. Então, se você procura respostas decisivas e acha que vai encontrá-las nesta versão, talvez aqui esteja um motivo para não amar o livro.

Porém, se o que você mais gosta em Donnie Darko é a sensação de incompreensão ou ambiguidade que ele gera, o livro foi feito sob medida. Ele pode até clarear sua mente em alguns pontos sobre como acontecem as viagens no tempo e a importância dos personagens coadjuvantes. Contudo, o sentimento de empatia que fica quando até mesmo Jake Gyllenhaal, que protagonizou o filme e assina um prefácio exclusivo para esta edição brasileira, diz que ainda tem suas dúvidas sobre o que acontece na história é bem maior.


dddonnie darko – richard kelly – 254 páginas – darkside books
em 140 caracteres… um livro feito de fã para fã, com textos muito bem selecionados.
um livro para… entender um pouco mais do filme e conhecer melhor a emnte criativa por trás dele.
combina com… lanças de luz, rock alternativo e espelhos quebrados!
para quem já leu… assista o filme novamente, e de novo, e outra vez.

A Darkside Books é parceira do blog e enviou um exemplar deste livro como cortesia. Conheça mais do catálogo da editora clicando aqui e a acompanhe no Facebook e no Twitter.

Andre não gostaria de ganhar um hipopótamo de natal.

Anúncios

Um pensamento sobre “4+1 | donnie darko

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s