labirinto – a magia do tempo

Todo mundo que tem um irmão já deve ter se perguntado alguma vez sobre como sua vida seria diferente se fosse um filho único. Às vezes, incomoda ter por perto alguém com quem se é facilmente comparado, ou com quem se é preciso dividir todas as coisas, ou ter alguém para tomar conta quando, na verdade, você não se vê com responsabilidade o bastante para cuidar nem de você mesmo.

Sarah, cansada de precisar cuidar do irmão pequeno sempre que o pai e a madrasta saem de casa, se sente injustiçada e resolve apelar para um livro de couro avermelhado e letras douradas (te lembra alguma edição da DarkSide Books?). No livro, encontra as palavras que precisava – “Rei dos Duendes! Quero que seja assim: Venha e leve esta criança para bem longe de mim!” – ou algo do tipo. E o que ela mais desejava acontece.

Jareth, o Rei dos Duendes, já velho, cansado de estar cercado somente por duendes desorganizados e desatentos e preocupado com quem dará sequência ao seu reinado, leva Toby, o irmão de Sarah, para seu mundo disposto a criar o garoto a vida inteira já com essa missão em mente.

Quando percebe a força de suas palavras, Sarah cai em si, se arrepende e diz a Jareth que ela nem queria tanto assim que o irmãozinho desaparecesse. Tarde demais, ele informa. Porém, generoso (e bem ciente de que ela jamais conseguiria realizar tal feito) oferece que ela busque o garoto em seu grande castelo, depois de atravessar um labirinto tenebroso, em até treze horas. Se este tempo acabar, suas palavras serão seladas como um acordo sem volta e o garoto virará um duende para sempre.


foto-1-labirinto

“Sarah sentiu as lágrimas subindo aos olhos, mas se livrou delas piscando várias vezes. Ela conseguiria.
Não havia limites para o que era capaz de fazer, dada sua determinação (coisa que ela certamente tinha) e sua esperteza (algo que nunca lhe havia faltado até ali, embora admitisse que em apuros mais comuns), e talvez um pouco de sorte (que ela merecia, não é?).
Ela conseguiria, jurou ali, sentada na encosta escura, sem a menor ideia de como dar o próximo passo.


Labirinto é uma daquelas histórias que dá gosto de ler, sempre na expectativa de que algo mais maluco e divertido aconteça. Isto porque o cenário é bastante mutável e sofre várias transformações o tempo inteiro. Dependendo das esquinas que Sarah escolhe virar ou das paredes que ela resolve atravessar, ela pode encontrar tanto um abismo fedorento quanto um jardim onde está acontecendo uma grande festa. Em cada lugar, novos amigos, inimigos, enigmas e desafios a serem resolvidos para que ela continue sua viagem em busca do castelo de Jareth.

O Labirinto também guarda uma série de personagens bem característicos de livros infantis, todos com adjetivos interessantes, aparecendo e desaparecendo ao longo da jornada de Sarah. Batedores que falam, um guarda da ponte que só permite atravessar quem responde seus enigmas, os aloprados Foguentos, as cabeças voadoras dos aloprados Foguentos, um senhor peludo de aparência cavalheiresca, um animal gigante que procura por apego emocional…
É legal ver também como foi criada a versão destes seres no que se diz respeito ao filme. Para isso, a gente pode ver os esboços e ilustrações de Brian Froud. A edição de Labirinto traz algumas páginas com uma galeria de imagens conceituais utilizadas na produção do longa e criação dos bonecos.

Esta edição do livro também traz rascunhos de Jim Henson, o criador dessa coisa toda. O diretor associou seu interesse por mitologia e folclore e seu gosto por jornadas encantadas (como a de Alice no País das Maravilhas e O Mágico de Oz) para criar seu segundo filme de fantasia, o sucessor de O Cristal Encantado, também uma parceria com Brian Froud.
Em várias páginas que reproduzem o Diário de Criação de Henson, a gente pode notar que, em seus rabiscos, mesmo tendo consciência de que uma boa história era o que mais importava em um filme, ele preferiu optar por começar criando fichas e descrições de personagens, cenários e dos perigos que apareceriam no meio do caminho de Sarah. Para quem gosta de descobrir sobre métodos de criação e criatividade ou é um fã de Labirinto e quer saber mais sobre como ele foi criado, essas páginas são um grande presente.


foto-2-labirinto

“Sarah tentava descobrir em que ponto deveria ter feito uma escolha diferente.
Era impossível.”


Enquanto Jim Henson e Brian Froud conseguiram criar uma narrativa divertida através de músicas, cores, bonecos e cenários, A.C.H. Smith conseguiu dar uma roupagem gostosa e leve para a história somente através de suas palavras, embarcando no psicológico dos personagens e transmitindo muito bem a essência do universo já criado.
Indicado tanto para aqueles que já são fãs do filme quanto para aqueles que nunca tiveram contato, Labirinto é uma história sobre como nossas escolhas influenciam nosso futuro e como devemos tomar cuidado com o que desejamos, com quem encontramos no nosso caminho e, principalmente, com seres que tem as cabeças soltas do pescoço.


labitintelabirinto – a.c.h. smith (romance), brian froud (galeria de ilustrações) e jim henson (diário de criação) – 272 páginas – darkside books

em 140 caracteres… uma história de aventura e fantasia sobre o poder dos nossos sonhos e sobre ter responsabilidade por nossas decisões.
um livro para… ficar preso e angustiado com a jornada da protagonista, mas também rir com os tiques e características dos personagens ao seu redor.
combina com… corridas contra o tempo, chá e anões.

A Darkside Books é parceira do blog e enviou um exemplar deste livro como cortesia. Conheça mais do catálogo da editora clicando aqui e a acompanhe no Facebook e no Twitter.

Andre não fica aloprado quando o chamam de aloprado.

Anúncios

Um pensamento sobre “labirinto – a magia do tempo

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s